Qual vídeo/vlog vocês querem no canal do youtube?

Pesquisar este blog

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Seguidores

Google Analytics

A Blogueira

A Blogueira
Estudante de Análises Clínicas, formada em técnico em farmácia, técnico em química e atualmente maquiadora profissional, aquariana, 27 anos, adora escrever, adora livros, Potterhead.

Seguidores

Tecnologia do Blogger.
sexta-feira, 6 de janeiro de 2017
Olá pessoal, tudo bem com vocês?? Bom vamos a mais uma resenha de produtinhos....

    Quando eu tinha mais ou menos uns 7 anos fiz minhas primeiras mechas no cabelo, depois de um tempo resolvi pintar os cabelos de castanho (minha cor natural). Aos 15 anos pintei novamente minhas madeixas, mas dessa vez de preto, confesso que não ficou do jeito que eu esperava. Depois de um tempo (meu cabelo estava na coloração dele - castanho escuro) resolvi que queria pintar de vermelho, mas sem descolorir, pensa em um processo que demorou mais ou menos uns 5 anos pintando para chegar num vermelhão legal??
    Final do ano passado (2016) minha cabeleireira particular (minha mãe) me mostrou o novo tom de vermelho - Marsala - Simplesmente me apaixonei e queria pintar meu cabelo daquela cor, mas precisei descolorir pra chegar no tom que eu queria.
    Depois de um tempo percebi que meus cabelos estavam ressecados demais e desbotado também, ai minha mãe me falou para ver alguma máscara de hidratação e foi onde pesquisando na internet da vida (google) descobri essa máscara maravilhoooooooosaaaaaaa da Mairibel e não teve outra, comprei logo um potão de 500g. Resultado: AMEEEEEEEEEEEIIIIIIIIII!! Estou apaixonadaaaaaaaa por essa máscara que além de hidratante, também matiza o cabelo em tom marsala (se o seu cabelo já estiver nessa tonalidade).
    A máscara é muito cheirosa, bastante pigmentada (recomendo a aplicação com luva ou com ajuda de um cabeleireiro) além de deixar os cabelos bem hidratados.


    Não tenho foto do produto agora (acabou.....e acabei jogando fora o pote antes de tirar foto), mas deixarei o link de um blog super legal onde também tem uma ótima resenha sobre essa máscara.

Resenha Máscara - Linda Com Farofa




Espero que tenham gostado dessa resenha....



Olá pessoal, tudo bem com vocês?? Comigo está tudo ótimo, graças a Deus. Peço desculpas pelo sumiço do blog, correria de final de ano, provas finais, mas estou de férias agora e terei mais tempo para postar no blog!! Prometo a vocês postar mais no blog, terá postagens pelo menos duas ou três vezes na semana durante esse mês de Janeiro e depois que voltar as aulas irei postar pelo menos duas vezes por semana. Já no canal do blog para youtube, sei que está parado mas logo irei postar mais vídeos. Em relação aos vídeos, vou tentar postar pelo menos uma vez por semana.
Desde já um feliz 2017 a todos!!

Vamos a primeira postagem do ano!!

    No início de 2015, foi aprovado nos Estados Unidos o uso do quelante oral Jadenu. Ele é composto pelo Deferasirox, mesmo componente do Exjade, já utilizado pelos brasileiros portadores de talassemia. A diferença é que a nova versão deve ser ingerida como comprimido e é melhor absorvida pelo estômago.
    Este medicamento não tem a intenção de agir de maneira diferente no organismo do paciente, e sim facilitar a administração do quelante de ferro. Estudiosos acreditam que para o portador de talassemia seja melhor tomar o comprimido, ao invés de dissolvê-lo em líquido.
    Sua função é se ligar ao ferro em excesso, em especial em órgãos como o coração e fígado, e produzir um composto que será excretado pelas fezes. "O Jadenu pode ser tomado em jejum ou depois de uma refeição leve, diferente do Exjade, que só pode ser ingerido em jejum. Mas o que ainda não se sabe é se o Jadenu realmente é seguro ou eficaz quando tomado com outra terapia quelante de ferro, por isso, até que mais estudos sejam realizados, é importante não combiná-lo", explica a Dra. Sandra Loggetto, hematologista do Comitê Médico Científico da ABRASTA.
    Ele é indicado para pessoas acima dos dois anos de idade, que já receberam entre 10 a 20 transfusões de hemácias e que tenham duas medidas de ferritina sérica acima de 1.000ng-dL.
    "Os efeitos colaterais são os mesmos do Exjade, já que a molécula utilizada também é a mesma. Assim, é possível que os pacientes apresentem náusea, vômito, diarreia, dor de estômago, além de alterações na função dos rins e fígado. Aliás, se o paciente tiver algum problema grave nestes dois órgãos, não devem receber tratamento com nenhum destes medicamentos", explicou a Dra Sandra.
    O Jadenu, que teve boa aceitação nos Estados Unidos, não está aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e ainda não é comercializado no Brasil.

Fonte: InfoAbrasta
           Edição 35
           Ano 11
           Dez-Jan-Fev 2017
Página: 5